28 julho 2006

Lovis in diér!


Esta história é quase uma tira, foi a primeira aparição do "Pomba Nuclear", quando desenhei isso nem imaginava que as pombas que roubariam a cena.

O Ari é que foi culpado, o cara sempre foi um apaixonado daqueles que balbucia coisinhas bizonhas no telefone quando fala com a amada, eu trabalhava com ele e de tanto amor eu resolvi homenageá-lo com uma pequena história que me inspirou a criar o PN.

Tem mais por aí, por enquanto colorido só esse...

Nunca gostei de pombas, para mim sempre foram inuteis, achava engraçado o jeito que elas andam balançando o pescoço pra frente e pra trás!

Cuidado o amor esta no ar!

Nenhum comentário:

Baú da Magô