07 fevereiro 2012

Eu sou Jupiter!

Gente...

Vamos combinar tá calor pra infernos, né...E eu adoro uma cerveja que fique claro e escrito aqui!

Mas entrei na nóia de fazer um regime, emagrecer um pouquinho, ficar sarada, esses pensamentos veranis...Contudo, abdicar da minha cerveja sagrada de final de dia seria o tal do "sacrifício". Ora bolas, descobri que cerveja incha e tem calorias pra caramba (taí o tipo de informação que não deveria saber) daí eu vi o nome e o sobrenome do maior mal que compromete a minha balança: a cevada e os petisquis, bebê!

Sendo mulher, a balança e o sobrepeso são assunto do To Do List, vivemos de regime, não aceitamos as coisas como elas são e mesmo quando são ótimas, poderiam ser melhores. A gente sempre tá olhando para a "amiga" do lado que parece ser mais magra, que parece ter o cabelo mais lindo, que parece ser MAIS FELIZ...Mas é engano pensar isso, todas, sem exceção estão insatisfeitas com alguma coisa em sua aparência ou na sua vida e só no íntimo de cada um que podemos saber qual é o defeito que mais odiamos na gente!

Entretanto, viver uma vida de negação é como ser um rascunho de si mesmo. Esses dias minha irmã mais velha foi comprar um biquíni, ela havia emagrecido uns 20 quilos eu acho e está incrível, linda! Mas na cabeça dela, ela ainda está longe do peso ideal, contudo queria comprar um biquíni menor, mas não sabia se deveria por acreditar ainda estar acima do peso. Eu logo fiz com que ela comprasse o biquíni menor, poxa, mereceu depois de tanto esforço e tem que se permitir usar coisas que acreditava não pertencer a sua vida. Lógico que estamos tendo bom senso aqui, ninguém vai tocar o terror de biquíni fio dental deixando perdido nas entranhas...Mas quer saber, se você está feliz assim, foda-se...O mais difícil é encontrar a beleza de ser do jeito que se é...Gorda, magra, verde, amarela, cabelo crespo, cabelo liso, careca...Isso apenas é uma parte de você e não te define...

Uma das mulheres mais lindas do mundo (ao meu ver) seria considerada GORDA nos dias de hoje, onde os padrões de beleza nos levaram a riscos muito altos para garantir se encaixar no modelo 36 e 38, Marilyn Monroe seria considerada modelo plus size nesses dias onde os valores estão tão distantes do sentido óbvio da vida, afinal qual é a graça de viver se privando dos pequenos prazeres que temos?

Eu agora falando na primeira pessoa do singular (como sempre) posso dizer que sou uma pessoa muito feliz, é claro que vivo de regime, até porque é importante cuidar da saúde, então maneirar na fritura, no açúcar e até mesmo na cervejinha é muito importante para se obter o equilíbrio. Contudo, não podemos ser coadjuvantes da nossa própria vida, eu não quero viver sendo a sombra do meu espelho, eu não quero me resumir a minha aparência, por isso parafraseando meu amigo Paulo Leminski ser exatamente tudo aquilo que se é ainda vai nos levar além...

Não tenha medo de ser grandioso...Seja Jupiter!

Um comentário:

nuno disse...

Magoooooo esta um dia lindo!!!! e eu lembrei-me de ti!!
Um optimo dia para ti!

Beijos
Nuno

Baú da Magô