06 abril 2012

Prelúdio: A Roleta Russa!

Sexta-feira santa, são 8:50 da manhã e eu já começo o dia com um assunto tão delicado como roleta russa ou melhor dizendo: relacionamentos!

Bem, não vou fazer uma tese sobre isso até porque isso aqui é um blog de cartuns e devaneios. Não tenho intenção (e nem mesmo base científica) de escrever texto mais fundamentado em pesquisas. Contudo não é preciso estudar (nem viver muito) para saber que relacionamentos são quase uma rodada de roleta russa, pode ser até que não seja hoje ou amanhã, mas um dia a bala estoura o seus miolos!

Pessimista? Que nada! E tem outra, uma bala na cabeça (metaforicamente) ou um coração partido não é nada demais, tem coisas muito mais tenebrosas nesta vida, as pessoas dão valor demais aos relacionamentos, principalmente os falidos!

A merda toda começa na construção do ideal romântico, criamos uma fantasiosa história para que depois esta tenha um desfecho e como toda a história, um final, bom ou ruim, toda a história tem um fim!

Vamos salientar essa conversa com uma curiosidade, a Universidade da Georgia fez uma pesquisa recente com 180 pássaros de diferentes espécies, destes 180 pássaros somente 10% tiveram um comportamento monogâmico sexual, 90% da bicharada curtia dar um rolê na vizinhança...Ah, você acha que pássaros não se comparam ao comportamento humano?

Então o que dizer dos nossos primos Chimpanzés que tem 99% de compatibilidade genética com a nossa, você sabe o que os estudos descobriram? Que 60% dos filhotes de um grupo de Chimpanzés pertenciam a machos de comunidades alheias. No bom e velho português isso significa que 60% dos filhotes eram do Ricardão dos Macacos!

Biologicamente a monogamia é rara, no reino animal são poucas as espécies que praticam tanto a monogamia social quanto a monogamia sexual. Entre os mamíferos então, a monogamia é quase um comportamento depravado, se pensar que depravação comumente é confundia com comportamentos contra a natureza e  a moral.

Daí damos os nomes aos bois! Eis o fator que sustenta a monogamia social e sexual nos seres humanos: A nossa boa e velha, moral.

Não consideramos em nenhum ponto de vista (legal, social e sexual) a poliginia e a poliandria, atos permissivos. Por isso, temos tanta dificuldade para lidar com o fator "traição", apoiados em ensinamentos éticos e morais, muitas vezes religiosos, costumamos abolir do nosso consentimento atitudes ditas como infiéis, imorais e desleais, contudo sabemos pouco sobre nós mesmos (e sobre nossos conceitos) e quando assumimos a monogamia inconscientes do que esta representa, giramos a roleta russa que mais hora menos hora poderá se tornar nosso tiro pela culatra!

Não que eu queria destruir todos os seus sonhos amorosos ou suas projeções românticas, absolutamente não! Eu também não sou contra casamentos, pelo contrário, eu acredito no amor e em todas as manifestações dele, inclusive a vida a dois, que é uma tentativa suicida de vivenciar o amor mais plenamente. Porém sejamos práticos, você acha que se dois rios se unirem e fizerem uma fusão a partir deles possa surgir um lago calmo e cristalino? Não...Não existe lago calmo e cristalino quando se coloca dois rios em movimento para deslizarem juntos por uma hidrovia. Eles estão em movimento, em constante mudança, suas águas são profundas ou rasas, as vezes frias ou quentes, não se controla um rio de forma natural, somente com barragens e estas distorcem seu fluxo e descaracterizam o rio.

Viver junto é tentar diariamente domar o caos e transformá-lo em harmonia. Dois microcosmos tentando se transformar em um macrocosmos, dois versos tentando ser um único, um universo!

Pode dar certo e funcionar muito bem, como também pode ser extremamente frustrante, principalmente se esses dois indivíduos não falam a mesma língua, e eu não estou falando de idioma, estou falando de compatibilidade, afinidades, empatismo. Que os opostos se atraem estamos cansados de saber, mas deve existir um elo embriônico entre esses seres que assumem compartilhar o caos. Eles precisam de uma conexão vital que possa lhes proporcionar a qualidade de vida que só uma relação bem sucedida tem!

A prima sedutora da monogamia se chama infidelidade e ela é tão natural que a gente até se espantaria com tamanha inerência ao ser. O cientistas chamam essa tendência natural de se desejar ter outros parceiros de "Efeito Coolidge". 

Calvin Coolidge foi presidente americano de 1872 a 1933, certa vez foi fazer uma visita com sua mulher, à uma fazenda modelo nos Estados Unidos. Enquanto visitava o galinheiro em um momento separado de sua primeira dama, percebeu que um galo solitário vagava por meio as galinhas, então o guia disse:

- A Sra. Coolidge pediu que mostrasse este galo, pois ele pode copular várias vezes ao dia!
- Com a mesma galinha? - Perguntou o presidente.
- Não, senhor! - Respondeu o guia.
- Então diga isso a Sra. Coolidge, por favor!

Parafraseando Sócrates, o ideal de um casamento seria uma mulher cega e um homem surdo, filosofias a parte, nada está perdido, mesmo na natureza encontramos casos de monogamia como o do peixe Diplozoon Paradaxum: este encontra uma larva virgem, se apaixonam, ele se funde a ela e os dois permanecem juntos até que a morte os separe!

Alguns podem chamar isso de parasitismo, mas eis aí uma bela forma de se definir o casamento!

Como eu acredito em amor, vou postar uma homenagem a um casal que eu adoro e faz com que eu acredite mais ainda que monogamia não tem nada a ver com monotonia!



amo vocês!!!


...

4 comentários:

Anônimo disse...

Tudo parou por momentos
Tudo cessou de existir
Tudo por instantes pra assistir á cena evoluir
Foi um fluir um desfile de pontos em comum
Um alimentar de pontos vitais há muito em jejum
Paixão cresceu em mim, algo bateu forte
E me deixou atordoado por uns tempos sem norte

Espero que a sorte me ajude
a esperança não mude
que a paciencia aguente firme nesta atitude
até que surja ocasião mais oportuna
P'ra união deste poeta com a sua musa

Não sabias disto? Não? Chegou a altura de descobrires
de sentires tenho uma razão a dar-te para sorrires

Raysky disse...

Magô...

eu seria seu lago calmo e cristalino fácil, fácil...

Você escreve tão bem e é encantadora!

Concordo com quase tudo que você escreveu, só acho que está meio desiludida...Quando encontrar o cara certo pra você saberá que existe sim chance de dar certo no casamento!

A felicidade pode estar mais perto do que você imagina! Pare de procurar longe...

Beijo

Sidney Rayksy

Eliana disse...

Uia...

cheia de admiradores por aqui em Maria! kkkkkk

Adorei o desenho da Rai e do Smile...Ficou muito parecido!

Gostei do texto também, como sempre você manda bem tanto desenhando quanto escrevendo...Um talento!


Te amoooo!


Eliana

Robbie Patrick disse...

Hey Magô...

Nice work...I would like to know if you write for a magazine or newspaper, because you're very good with the words!
I am your fan!
Robbie NZ

Baú da Magô